c੭ c੭ £alaiih.
our life, me and you, always.
No momento: planejo, sonho, penso, imagino, me dedico para o futuro. O Presente? deixa acontecer, o que tiver de vim, virá.
Não mordo· · · Mãe?· · · Tchau
5 6 7 8
THEME BY FUTURASUICIDA dts +
“Eu quero nós. Mais nós. Grudados. Enrolados. Amarrados.
Jogados no tapete da sala. Nós que não atam nem desatam.
Eu quero pouco e quero mais. Quero você. Quero eu. Quero
domingos de manhã. Quero cama desarrumada, lençol, café e
travesseiro. Quero seu beijo. Quero seu cheiro. Quero aquele olhar que não cansa.”
Caio Fernando Abreu  (via acumulou)


“Eu vou estar aqui. Você sabe, aqui do seu lado. Não importa como, não importa onde, não importa o “porque”, você é meu e eu sou seu e isso que importa. Sempre que olhar pro lado eu vou estar aqui, sempre que precisar se levantar terá a minha mão estendida pra você, até mesmo quando perder a fé, eu vou estar sempre aqui pra te mostrar o que a vida é o que fazemos dela, te mostrar que barreiras podem ser derrubadas e que, enquanto houver a esperança, ainda há chance de vencer.”
O Pequeno Bob.   (via acumulou)

“Eu só queria poder te abraçar, do último minuto do ano, ao primeiro do que há de vir.”
Phe (via acumulou)

“O problema é esse excesso de chances que a gente dá pra quem não merece.”
Tati Bernardi.   (via acumulou)

“De alguma forma você sentirá minha falta, não que seja da mesma falta que eu talvez sinta de você, mas de alguma forma eu temo que sim. Não foi atoa que eu depositei tanto tempo em algo para acabar sem nada, e sem marcar algo na memória, e mesmo que você volte a atormentar dizendo infinitamente que não vai, eu sei que sim. De alguma forma eu sei que mesmo você negando, eu mexi com você, e você mexeu comigo. E esse é o texto do nosso fim tão esperado por você. Boa sorte, boa vida, e lhe desejo uma maré de lembranças de mim.”
Mark Hr.  (via invirbus)

“Amou daquela vez como se fosse a última. Beijou sua mulher como se fosse a última e cada filho seu como se fosse o único. E atravessou a rua com seu passo tímido. Subiu a construção como se fosse máquina, ergueu no patamar quatro paredes sólidas, tijolo com tijolo num desenho mágico, seus olhos embotados de cimento e lágrima. Sentou pra descansar como se fosse sábado. Comeu feijão com arroz como se fosse um príncipe. Bebeu e soluçou como se fosse um náufrago. Dançou e gargalhou como se ouvisse música e tropeçou no céu como se fosse um bêbado e flutuou no ar como se fosse um pássaro. E se acabou no chão feito um pacote flácido. Agonizou no meio do passeio público. Morreu na contramão atrapalhando o tráfego.”
Chico Buarque   (via invirbus)

“Preserve. Pessoas boas estão sendo extintas.”
Jardineiro.  (via invirbus)

“Só não deixa eu deixar de lado. Não deixa eu me arrepender, não deixa eu querer largar tudo pra trás. Não me deixa ficar como tanto faz. Porque caso eu decida não ligar mais, caso eu decida desistir, eu não volto atrás. Não tem saudade, não tem nem papo meia boca. É simples: se eu for, eu não volto mais.
lo, lolo, lohanny.   (via felicidadeadois)

Eu amo seu sorriso, sua voz, seus olhos, sua boca. . meu Deus como ela é gostosa. Amo seu corpo, e todas as curvas dele, seu cheiro, suas manias, suas birras, seus defeitos, seu cabelo bagunçado, liso ou enrolado, e sua cara de brava, seu beicinho, suas palhaçadas,seus dramas, suas idiotices, seus ciumes, suas musicas favoritas, seus filmes melodramáticos, você . . eu amo você.
A culpa é de quem, agora? Carpinejando. (via poetaciumenta)

“Olhe bem no fundo dos meus olhos e sinta a emoção que nascerá quando você me olhar. O universo conspira a nosso favor. A conseqüência do destino é o amor, pra sempre vou te amar. Mas talvez, você não entenda essa coisa de fazer o mundo acreditar que meu amor, não será passageiro te amarei de janeiro a janeiro até o mundo acabar.”
De Janeiro a Janeiro.    (via poetaciumenta)

“Preserve. Pessoas boas estão sendo extintas.”
Jardineiro.     (via futurasuicida)